Maria Trincão Maia

Formei-me em Design de Equipamento na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. A escolha deste curso foi o primeiro resgate da minha essência, o caminho estava traçado para seguir engenharia civil, mas num acto de revolta mudei a trajectória. Design representa muitas vezes a consciência física da transformação, transformamos matérias primas em objectos diários. Entrando assim, na casa, nas vivências e nas vidas das pessoas. Ajudamos, facilitamos, criamos e embelezamos o dia a dia de cada um. Para mim, design é um acto de comunhão.

O resgate inicial foi sendo feito, era um voltar a uma essência primária, e nesse voltar, a espiritualidade começou a ganhar espaço e voz. E foi o assumir de uma intuição latente, no compreender que sentia casas desde de muito nova e que devido a uma educação intelectual isso tinha sido abafado.

O grito fez-se e em 2013 comecei a estudar Feng Shui no Instituto de Macrobiótica de Portugal. Foi no curso que conheci a Sofia Batalha e o seu incrível trabalho. Tirei o Curso de Aprofundamento de Feng Shui Simbólico, Lunar e Feminino da Serpente da Lua e depois a certificação. Em 2017 voltei ao curso de Feng Shui do Instituto Macrobiótica de Portugal como assistente. Em 2018 tive a honra de ser convidada a dar aulas do no Curso de Aprofundamento de Feng Shui Simbólico, Lunar e Feminino da Serpente da Lua, experiência incrível que guardo com imenso amor. Passei para assistente teórica no curso do IMP, Dando sessões online de apoio e revisão de matéria aos alunos do segundo ano, desde do ano lectivo de 2018/2019.

No final de 2019 passo a ser co-editora com a Sofia Batalha da revista Vento e Água – Feng Shui Lifestyle. A Revista Vento e Água, “obrigou-me” a escrever, a encontrar a minha expressão, a minha voz de uma forma regular e séria.